Nova pagina 1
     HOME
     Escritório
     Áreas de Atuação
     Notícias
     Econews
     LINKS

     CONTATOS
 
 
Cadastre seu e

Cadastre-se para receber nosso informativo.
 

Nome

E-mail

        

 
 

Notícias - Janeiro/2018

 

Projeto de Preservação de Nascentes Urbanas é desenvolvido pela SEMAD

[12/01/2018]

O Projeto de Preservação de Nascentes Urbanas é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Comitê de Bacias do Rio das Velhas, a partir dos Subcomitês das Bacias Hidrográficas dos Ribeirões Arrudas e Onça, e com o apoio de uma equipe da Escola de Arquitetura da UFMG, que formata o projeto paisagístico nas nascentes. O trabalho de revitalização é realizado a partir de recursos para cobrança do uso da água, de acordo com a Lei Federal nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997.

A dona de casa Eliane Vieira Santos observa os filhos brincando na nascente recuperada. “É a única área de lazer para os meninos brincarem aqui no bairro”, disse a moradora do bairro Jardim Felicidade, região Norte da Capital. A nascente que fica nos fundos da Escola Municipal Jardim Felicidade, bairro do mesmo nome, foi recuperada em março de 2017. Desde a intervenção o local se tornou um refúgio de lazer para crianças e adultos.

A primeira parte do projeto teve intervenções em nove nascentes pré-selecionadas, bem como a promoção de atividades de educação ambiental e a realização de campanhas de amostragem para conhecimento da qualidade das águas nas nascentes.

Outra nascente recuperada e que tem sido aproveitada por moradores fica na Vila Acaba Mundo, na região sul de BH. No local, uma minibiblioteca foi montada e um espaço criado para uso da comunidade.

Para Humberto Marques, Biólogo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e conselheiro da SMMA dentro do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas, o trabalho de recuperação é essencial para a manutenção dessas nascentes. "O engajamento da comunidade que está em torno de cada uma delas foi primordial para o resultado positivo dessas ações. Em todas as nascentes recuperadas, o cuidado com a preservação vem se mantendo" disse.

A Escola Municipal Santos Dumont, na avenida Mendes Sá, na região Leste de Belo Horizonte, também teve sua nascente recuperada. Segundo a diretora da escola, Maria do Carmo Gomes, a nascente se tornou parte da educação ambiental das crianças com trabalhos pedagógicos e atividades. “Estamos usando o espaço com atividades lúdicas com os alunos do colégio. Eles passaram a ter esse contato com a natureza com mais frequência”.

Projeto irá recuperar mais 4 nascentes

O programa de valorização das nascentes urbanas irá recuperar mais quatro nascentes na bacia do Ribeirão Arrudas pelo Subcomitê do Arrudas. A ampliação do projeto prevê a recuperação de nascentes nos bairros Havaí, Santa Lúcia e Diamante, em BH, e ainda, no bairro Nações Unidas, em Sabará.

Mais de 1.000 Nascentes em BH

Um estudo recente da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Belo Horizonte cadastrou mais de mil nascentes na Capital. Segundo a Gerência de Recursos Hídricos da SMMA, as características e o uso dessas nascentes são diversos. O estudo aponta ainda que mais de 90% das nascentes cadastradas estão em boa qualidade.

“Queremos realizar um diagnóstico do estado de conservação de um maior número possível de nascentes e fornecer subsídios necessários para a eventual elaboração de projetos de conservação e/ou recuperação, que poderão ser desenvolvidos pela própria Prefeitura ou em parceria desta com a população e com entidades envolvidas com a questão”, afirma Rodrigo Ádamo, Geógrafo da SMMA.

A maioria das nascentes está localizada nas regionais Pampulha e Venda Nova. “A partir dessa ação conjunta entre comunidade e poder público, acredito que seja possível recuperar a qualidade de vida na cidade por meio da transformação da paisagem. Isto vai garantir, no futuro, água limpa e em abundância mesmo em áreas onde hoje ela se encontra poluída”, afirma o Secretário de Meio Ambiente Mário Werneck.

Fonte: PBH.